Se precisar pegue, se não precisar doe

Alguns objetos na calçada e uma plaquinha: “Se precisar, pegue, se não precisar, doe.” Essa iniciativa super simples partiu da produtora cultural Yve Franco e começou no Rio, no nosso ex-bairro querido, o Flamengo.
 
Rapidamente, as pessoas começaram a pegar, doar seus pertences até mesmo a trocar algo: pegando e doando. Quem não tem em casa um monte de coisas que não usa? A Yve criou uma página no facebook que já tem mais de 9.000 curtidores e a iniciativa já se espalhou para outros bairros e cidades pelo Brasil nessa corrente do bem! Demais, né? :)

 

“Uma pequena atitude positiva pela manhã pode mudar seu dia inteiro”

 

Imagens da campanha "Se precisar, pegue, se não precisar, doe"

Imagens da campanha “Se precisar, pegue, se não precisar, doe”

 

 

 
 

Jiovana e Roberto: cultivando amor!

Um símbolo para a decoração da nova casa. Esse foi o pedido da Jiovana para seu lar com o Roberto. Ela contou que na sacada tem um jardim, uma estante com temperos e flores e placa do carro do casamento, mas ainda havia espaço para um quadro!
 
Opa, ótima oportunidade para colocar as Carinhas do casal com a frase fofa escolhida por eles: “cultivando amor“. O desenho foi enviado com o passarinho azul, transformamos para amarelo e o retorno foi super querido:

 

Adoramos! Beto está feliz com seu canarinho!

 

Carinha da Jiovana e do Roberto cultivando amor

Imaginamos que o quadro ficou assim!

 

Jiovana, muito obrigada pelo convite para fazermos parte de mais essa etapa feliz. Abraços do casal!! :)

 

 
 
 

Parede de quadro negro: diversão garantida

Uma das mudanças que fizemos na nossa casa (que também é o QG Carinhas) foi substituir uma parede amarela por uma preta para funcionar como quadro-negro.
 

Essa ideia está por todo lado nos blogs de decoração e o motivo é muito simples: ter uma parede para desenhar com giz é super divertido!

 
Você vai precisar de:

  • Tinta esmalte preta (ou na cor escura que você gosta) fosca
  • Pincel ou brocha para fazer a pintura
  • Giz para passar em toda a parede e “curar” depois de pintar

 
Curtimos muito nossa parede e todo evento é oportunidade para criar algo novo. Olha só:

 

As crianças curtindo e o dia que a parede virou poá

As crianças curtindo e o dia que a parede virou poá

 

Dia dos Namorados = festa do amor

Dia dos Namorados = festa do amor

 

Sua casa com jeito de café fofo

Sua casa com jeito de café fofo

 

Parede decorada especialmente pro Natal

Parede decorada especialmente pro Natal


 
Quer ver só uma mistura daquelas fofas que a gente adora? Parede de quadro negro + moldurinhas.
 
Não tem mistério algum esse efeito, são desenhos super fáceis de fazer. A dica é: marque antes com uma régua pontinhos com os quatro cantos das suas molduras… dessa forma o seu traço sai mais retinho e você pode pensar em uma composição bacana antes de começar.
 

 

Quer ver como a Melina Sra Carinhas fez, em movimento? A gente mostra:
 

 
 

 
 
 

Olek e o crochê

Muitas avós inspiram pessoas a crochetar. Algumas não conseguem aprender (como a Sra. Carinhas) e outras não só aprendem como fazem disso seu trabalho.
 
Nossa inspiração da semana é a artista Polonesa que vive em Nova York Agata Oleksiak, mais conhecida como Olek. Ela faz intervenções em prédios, carros e até pessoas chamando a atenção para algum tema ou questão importante usando o crochê como linguagem.

 

Vida e arte são inseparáveis. Os filmes que eu assisto enquanto faço crochê influenciam meu trabalho, e meu trabalho influencia os filmes que eu escolho assistir. Olek

 

A Olek esteve aqui no Brasil e “envelopou” um jacaré gigante em São Paulo. Outras crocheteiras colaboraram para realizar essa obra, um incentivo do SESC.

 

"Jacare" by OLEK

Créditos da foto: Lost Art

"Jacare" by OLEK

Créditos da foto: Lost Art


 
Esse filme mostra um pouco do trabalho dela, olhem que incrível!
 

Olek in HK – 2min version from olek on Vimeo.

 

 
 
 

Carinha do Henrique e o sol amarelo

Numa folha qualquer eu desenho um sol amarelo, e com cinco ou seis retas é fácil fazer um castelo…” como não amar essa música, né? A vontade é sair desenhando… foi o que a Carinha do Henrique fez para comemorar seu primeiro aniversário.
 
A mamãe Ana Paula, que é de São Paulo, viu o resultado final e disse:

 

Achei uma graça o desenho, amei!!

 
A gente ficou super feliz e a Carinha foi parar no convite virtual.
 

Carinha do Henrique desenhando um sol amarelo

Carinha do Henrique desenhando um sol amarelo


 
Obrigada, Ana Paula e até a próxima! Abraços do casal! ;)

 

 
 

Página 1 de 24112345...102030...Última »